Mônica por Wagner RMS

Descrição

  
Escritor Atualizado 12 meses atrás
Idioma Portuguese Leituras 533
Categoria

Fantasia

Curado

information
Este ebook foi avaliado por curadores selecionados pelo time do Widbook.
Publicado Jul 13, 2014 Popular

Status Amostra

Gostaram do livro Mônica

Adicionaram Mônica à Coleção

Linha do tempo de Mônica

Wagner, li o conteúdo disponível e achei a ideia interessantíssima e bem escrita. Identifiquei alguns errinhos de português, talvez você queira dar uma conferida depois. Só uma dúvida: esse livro é só uma mostra? Onde posso encontrar ele completo? Aproveitando para dizer que apreciaria muito a sua crítica ao livro que estou escrevendo. Como aspirante a escritora, acho importante receber opiniões e sugestões, pontos de vista diferentes. Tenho certeza de que você entende!
Wagner RMS 12 de Fevereiro de 2015 às 18:36 Olá, Raiane, muitoooo obrigado por tua mensagem! Acabo de adicionar seu “Cece Blue” à minha coleção, e comecei a ler. Sua escrita é bacana, fluída, sem se perder em minúcias, portanto, a meu humilde ver, moderna, bacana, gosto disso! Acho que descrever cada detalhe de cenário é cansativo, e é meio que não confiar na imaginação do seu leitor, não abrir espaço para ela. Eu mesmo evito descrever excessivas minúcias, mas entendo que é tanto uma questão de estilo quanto de gosto, há leitor que curte minúcias, e leitor que não. Achei muito bem posto o nome da personagem central da trama vir de uma sigla para um nome que, espera o leitor, um dia há de descobrir durante a leitura. Fiquei apenas um uma "pulguinha atrás da orelha", e já que a senhorita, como eu, curte as críticas construtivas, vou te passar esta minha muito humilde opinião: o nome Cece, central na trama, não poderá criar uma conotação ligeiramente negativa, especialmente em leitores da velha guarda, feito este seu colega aqui? Explico: quando criança, a mãe dizia pra gente "já pra dentro de casa, e já pro banho, menino, corre anto na rua que tá até com cecê!", e visto que a leitura da sigla em português é, literalmente, Cê-Cê, o nome da personagem pode ser associado, sem querer, com essa "leitura negativa", compreende? Li em algum lugar que o termo cecê, antigo, vem da versão do inglês "Body Odor" (cheiro corporal, c.c.). A autora, me perdoando, por favor, a intromissão, que é honesta e bem-intencionada, consideraria a possibilidade de uma ligeira alteração no nome? Algo como, por exemplo, as cuidadoras do orfanato começarem chamando a menina pelas iniciais C.C., passando por Cece, e, numa evolução que não é antinatural, o nome acabar virando Sissi (no sotaque regional de uma das cuidadoras de fora de Farlagos, talvez), Sissi Blue. É possível que isso crie um primeiro contato entre seus leitores e sua obra ainda mais positivo, o que acha? Agora, quanto ao meu livro "Mônica", sem dúvida, admito que me esforço, mas estou longe do ideal no quesito norma culta do nosso querido português, e a grana também não tem sobrado para uma revisão profissional, então dependo mesmo da ajuda dos que me privilegiam com a leitura, ou de amigos que apoiam revisando. A senhorita, por favor, sinta-se à vontade para criticar, e apontar mesmo os erros, isso será uma imensa ajuda, e lhe ficarei muito grato. Respondendo suas perguntas: "Mônica" está quase pronto para ser publicado, e eu acabo de postar aqui mais um trecho (o livro integral será vendido), pretendo manter no Widibook cerca de 50% da obra. Para a senhorita se manter por dentro do andamento e do lançamento, peço que por gentileza assine minha lista de e-mails em: http://bit.ly/Lista-de-emails-Wagner-RMS (se a senhorita possuir lista também, me manda que trocamos assinaturas), ou fique ligada no meu blog em: www.wagnerrms.com. Vale dizer que os assinantes da lista de e-mails já receberam, como presente por suas assinaturas e interesse em “Mônica”, uma versão PDF exclusiva deste meu livro com mais texto ainda! Abração e muuuuuuitoooooo sucesso para a senhorita, deste seu colega de letras e agora também um seu leitor!
Raiane Matias 12 de Fevereiro de 2015 às 19:11 Wagner, primeiramente agradeço muito a atenção. Estou me esforçando muito para colocar alguma coisa legal no papel, algo que seja prazeroso de ler. Eu entendo o que você quer dizer sobre o nome! Quando meu irmãozinho leu, ele também ficou confuso e eu brinquei com ele que a pronúncia era em inglês e que a personagem não cheirava mal (haha). Eu tentei muitas vezes mudar o nome da personagem, até porque a história veio depois dela, e não o contrário. Eu não montei um cenário e criei uma personagem, eu criei uma personagem e a história dela foi fluindo de mim. Enfim, quando pensei no nome, a princípio achei muito bobo, e que não ia funcionar, claro. O problema é que não me saiu da cabeça, por mais que eu tentasse, não pude nomear de outra forma (cada um com suas loucuras, né?). A princípio a solução que me veio foram os nomes e sobrenomes principalmente em inglês, o que criaria um tom para a aceitação da pronúncia "Cici". Porém, vou levar a sua ideia em consideração, muito obrigada :) Quanto ao seu livro, creio que os erros são muito mais de falta de atenção, o que é muito comum quando a gente escreve tanto que eu sempre peço a uma amiga que revise os meus textos antes que eu publique. Eu pretendo começar a cursar letras esse ano, todo esse universo da literatura me fascina demais. Se for do seu agrado, posso revisar o texto para você. Sei que não sou nenhuma profissional, e você pode descartar a revisão se não gostar.
Wagner RMS 14 de Março de 2015 às 04:02 Senhorita Raiane, me perdoe, por favor, a extrema demora em responder. O Widbook não me enviou e-mail indicando que a senhorita havia, muito gentilmente, me respondido, e só agora pude perceber o fato. Publicar livros de forma independente tem me exigido muito, absorvendo todo o meu tempo livre com marketing, atenção às mídias sociais onde exponho meu trabalho, atenção ao retorno e às dúvidas dos leitores, e, claro, produção dos livros/artigos/contos, e some-se a isso trabalho mais estudos, e essas indelicadezas acontecem, involuntariamente, tenha certeza. Quanto a sua "loucura", siga-a, minha colega escritora, siga sua intuição! Há, sempre, este componente imponderável, a musa, que nos sussurra, a nós que amamos criar, aos ouvidos essas "loucuras", e devemos seguir, sempre que possível, tais dicas. Vai ver a Srta Cece está destinada mesmo a fazer grande sucesso em inglês! Então, se algo lhe diz que o nome é Cece, este seu colega te apoia cento e dez por cento, este é o nome de sua personagem, o nome de sua obra, e Viva Cece Blue, vida longa, bela e de sucesso a esta jovem feita de letras, palavras, sentenças e sonhos! Caramba, fico muito grato e imensamente honrado com sua oferta. Eu também faço isso, de pedir que revisem meus escritos. Na verdade a "Mônica" que está aqui, no Widbook, é um teste que fiz com uma versão ainda pouco revista (queria "sentir" a repercussão desta ferramenta), mas que eu tinha a (pelo visto vã, rs) esperança de não conter muitas falhas. Mas, recentemente, ao terminar Mônica (sim, fechei, passei o carnaval inteiro pelejando com a Mônica, e terminei o primeiro livro desta minha filha jovem e idosa ao mesmo tempo!), tinha total consciência de que não sou isento de erros, na verdade minha cota é bem maior que a média, rsrsrs, e, sendo eu ainda por cima disléxico ao digitar, impossível não haver entre uns "dois e um monte" de pequenos/grandes absurdos no texto, então já passei para que pessoas de minha confiança deem aquela lida atenta! Obviamente que revisão quanto mais melhor, e se a senhorita quer me privilegiar entrando para o time dessas pessoas que vão me dar essa super ajuda, sinta-se muito bem-vinda! Tentarei, o melhor que eu puder, retribuir sua gentileza. Abração e muuuito sucesso!
12 de Fevereiro de 2015 às 00:52
Meus caríssimos leitores, e valiosíssimas leitoras, aguardo seus comentários, sugestões, e contribuições que, sem dúvida, vão enriquecer muito a minha ideia. Abraços e sucesso para todos!
16 de Julho de 2014 às 06:44